Total de visualizações de página

1 de nov de 2010

como surgiu o copo?

O copo é um objeto feito de vidro, plástico ou outros materiais, usado geralmente para beber líquidos.

O copo é fabricado em vários formatos, sendo mais comum o formato cilíndrico. O copo americano é um copo muito conhecido, usado até como medida em receitas. Para festas populares é muito comum o copo descartável, feito de plástico, que pode ser reciclado. Alguns produtos também são vendidos em copos, que podem ser utilizados como utensílios, como por exemplo o queijo cremoso e extratos/polpas de tomate. Em alguns festivais são oferecidos copos como marca ou brinde do evento.

Também existem copos próprios para bebês, que possuem tampa com furinhos para evitar que derramem enquanto os bebês aprendem a manuseá-los. Também existem copos com desenhos de personagens famosos e desenhos animados.

Copos são geralmente feitos de vidro ou de plástico, pois são materiais resistentes que agüentam altas temperaturas.

História do Plástico
As sacolas de plástico podem permanecer mil anos no meio ambiente.
Com a quantidade de petróleo necessária para fabricar uma bolsa de plástico, um carro poderia percorrer 115 metros.

Usa-se 70% a menos de energia para reciclar plástico do que para fabricar plástico novo.
Na remota ilha Midway, no Oceano Pacífico, encontraram-se restos de sacolas de plástico nos esôfagos de 90% das crias de albatroz.
O plástico mata cada ano cerca de 1 milhão de aves marinhas, 100.000 mamíferos e inumeráveis peixes.
Em Bangladesh, Taiwan, Austrália, África do Sul e algumas zonas da Índia, é proibido o uso de certo tipo de sacolas de plástico nas lojas.

Na Irlanda e Dinamarca existe um imposto pelo uso de sacolas de plástico, para reduzir seu consumo.
O presidente do Clean Up the World, Ian Kiernan, fundou a campanha ao notar enquanto navegava ao redor do mundo, a quantidade de plástico e resíduos que bóia no oceano. Exija que seu supermercado use sacolas biodegradáveis que já existe no mercado.

Hoje o plástico faz parte de nossa vida. Observando o ambiente, nota-se que grande parte dos utensílios - dos óculos à sola de sapato, do móvel de cozinha ao painel do automóvel - é feita deste material.

MAS DE ONDE VÊM OS PLÁSTICOS?
O plástico vem das resinas derivadas do petróleo e que pode ser moldado de várias formas, sem se quebrar. Pertence ao grupo dos polímeros, moléculas muito grandes, com características especiais e variadas.

Algumas das razões para tanto sucesso do plástico são sua leveza (o que facilita o transporte), o fato de ser maleável e não se estilhaçar quando se quebra.

As sacolas de plástico podem permanecer mil anos no meio ambiente.
Com a quantidade de petróleo necessária para fabricar uma bolsa de plástico, um carro poderia percorrer 115 metros.
Usa-se 70% a menos de energia para reciclar plástico do que para fabricar plástico novo.
Na remota ilha Midway, no Oceano Pacífico, encontraram-se restos de sacolas de plástico nos esôfagos de 90% das crias de albatroz.
O plástico mata cada ano cerca de 1 milhão de aves marinhas, 100.000 mamíferos e inumeráveis peixes.
Em Bangladesh, Taiwan, Austrália, África do Sul e algumas zonas da Índia, é proibido o uso de certo tipo de sacolas de plástico nas lojas.
Na Irlanda e Dinamarca existe um imposto pelo uso de sacolas de plástico, para reduzir seu consumo.
O presidente do Clean Up the World, Ian Kiernan, fundou a campanha ao notar enquanto navegava ao redor do mundo, a quantidade de plástico e resíduos que bóia no oceano. Exija que seu supermercado use sacolas biodegradáveis que já existe no mercado.

Hoje o plástico faz parte de nossa vida. Observando o ambiente, nota-se que grande parte dos utensílios - dos óculos à sola de sapato, do móvel de cozinha ao painel do automóvel - é feita deste material.

MAS DE ONDE VÊM OS PLÁSTICOS?
O plástico vem das resinas derivadas do petróleo e que pode ser moldado de várias formas, sem se quebrar. Pertence ao grupo dos polímeros, moléculas muito grandes, com características especiais e variadas.

Algumas das razões para tanto sucesso do plástico são sua leveza (o que facilita o transporte), o fato de ser maleável e não se estilhaçar quando se quebra.

TIPOS DE PLÁSTICOS
Existem muitos tipos de plásticos. Os mais rígidos, os fininhos e fáceis de amassar, os transparentes, etc..

São divididos em dois grupos de acordo com as suas características de fusão ou derretimento: termoplásticos e termorígidos.

Os termoplásticos são aqueles que amolecem ao serem aquecidos, podendo ser moldados, e quando resfriados ficam sólidos e tomam uma nova forma. Esse processo pode ser repetido várias vezes. Correspondem a 80% dos plásticos consumidos.

Os termorígidos ou termofixos são aqueles que não derretem e que apesar de não poderem ser mais moldados, podem ser pulverizados e aproveitados como carga ou serem incinerados para recuperação de energia.